Usuários online usuários online Atlético Chineiro: Rafael Pinga, o melhor jogador de todos os tempos do Chineiro

terça-feira, 12 de abril de 2011

Rafael Pinga, o melhor jogador de todos os tempos do Chineiro

Rafael Brum, mais conhecido como Pinga, ele é o entrevistado da semana! Pinga é considerado por todos como o melhor jogador da história do Clube Atlético Chineiro. Com 23 anos, Pinga chegou ao Chineiro em 2007, teve uma passagem no New Your Tech dos Estados Unidos e quando retornou ao Brasil sua primeira opção foi voltar ao Chineiro. A qualidade técnica do jogador impressiona, mas logo entendida quando o assunto é família, Rafael é filho do ex-jogador Pinga, que teve passagem pelo Internacional, Fortaleza, Corinthians e seleção brasileira, e atualmente trabalha nas categorias de base do Sport Club Internacional. O zagueiro “Pinga pai” formou a dupla de zaga que chegou a final da olimpíada de 1984 com Mauro Galvão, mas o lance mais marcante para a ala colorada do Chineiro sem dúvida é o lance da final da Copa do Brasil de 1992 contra o Fluminense, onde “Pinga pai” sofre um pênalti já no final do jogo e deu, que é convertido por Célio Silva e da o título inédito de Campeão da Copa do Brasil para o Colorado.

Fora de campo, “Pinga filho” é uma pessoa extremamente tranqüila, de poucas palavras, mas dentro de campo se transforma e mostra uma vontade enorme de vencer, cada lance é disputado por ele como se fosse fundamental, decide no detalhe. Com elegância, tem seu ponto forte no cabeceio, posicionamento e antecipação, é um jogador muito técnico, com uma habilidade diferenciada. Habilidade esta que já serviu para Pinga fazer gols também, ele já atuou no ataque na época de colégio, quando seu apelido na equipe era “Bomba”, devido ao chute violento.

Abaixo você confere a entrevista com Pinga:

Quem é Rafael Pinga?
Bom, o Rafael é um cara simples, batalhador, porém ambicioso, sempre em busca do melhor e das vitórias. Em campo posso dizer que tenho muita raça e vontade de dar o melhor para o time que estou defendendo.

Como você chegou ao Chineiro?
Cheguei ao Chineiro em 2007 através do meu grande parceiro Ronan, eu estava precisando de ritmo de jogo, então o Ronan me deu essa alegria de me apresentar ao Chineiro, clube o qual até hoje estou.

Qual o momento mais marcante na equipe?
Tive muitos momentos na equipe, é difícil destacar um, mas a minha estréia já foi um momento marcante, jogo em Alvorada, contra o Santana e com um homem a menos desde o início saímos perdendo e conseguimos uma virada emocionante. Também aprendi muito nas quedas que tive junto ao time, essas talvez sejam as mais importantes, já que sempre aumentam a vontade que tenho de conquistar um título nesta equipe.

Qual a tua principal característica?
Vejo com minha principal característica o posicionamento e o tempo de bola também. São coisas importantes que um jogador de defesa precisa ter para se sobre-sair em cima de um atacante.

Qual o ponto forte do Chineiro?
O ponto forte do Chineiro é a qualidade dos atletas que temos, são poucos times que possuem jogadores de qualidades tanto na defesa, no meio e no ataque. Qual foi o melhor companheiro que fez dupla contigo na zaga?
Já joguei com o Pato, Jackson, o Willian e agora o Fabrício Traíra. Todos tem características diferentes, acho que me adaptei bem a todos eles, claro que o Willian foi aquele com o qual me dei melhor, mas o Traíra vem crescendo muito e espero me acertar o melhor possível com ele para dar a segurança necessária ali atrás e os homens gol resolverem lá na frente.

Sendo filho de um grande jogador profissional, quais as características em que os dois se assemelham?
Essa é uma resposta difícil de se dar, mas eu procuro fazer um pouco daquilo que ele fazia, que é ter uma tranquilidade lá atrás, não fazer faltas e sempre que possível sair jogando com os volantes e laterais.

Qual a expectativa para o ano do Chineiro?
Vencer, não há outra expectativa, eu gosto de ganhar, chegar entre os primeiros e eu acho que a equipe vem se estruturando para isso, então é ganhar ou ganhar.

Tu és apontado como o melhor jogador do Chineiro de todos os tempos, como vê isso?
Primeiro com surpresa e logo em seguida com muita alegria. É bom demais ter esse reconhecimento pelo grupo, só da forças para continuar se doando cada vez mais e ajudando a todos a conquistar mais vitórias.

Ficha
Nome: Rafael Pereira Brum
Posição: Zagueiro
Idade: 23 anos
Peso: 80 kg
Cidade Natal: Porto Alegre-RS
Profissão: Estudante
Clube: Internacional
Comida Preferida: Macarrão
Estilo Musical: Samba/Pagode
Chuteira: 40
Marca da Chuteira: Reebok
Clubes por onde passou: New York Tech (EUA)
Jogador em que se espelha: Meu pai - Pinga

10 comentários:

  1. Sou suspeito pra falar desse cara, humilde e muito gente boa, o negão gasta a bola fácil, joga leve! Quanto a ser o melhor jogador da história do Chineiro, é unanimidade dentro do grupo.

    Ainda queremos ver Pinga Pai e Pinga Filho em um amistoso fazendo a dupla de zaga do Chineiro!

    Sucesso pra ti Pinga!

    ResponderExcluir
  2. bah pinga eo pinga , joga muito este cara quando ele chegou no chineiro olhei e pensei nunca mais eu jogo de zagueiro heheheheh ,pinga quero que saiba que sou te fã obrigado por tudo que ten feito pelo nosso time, conto sempre contigo. um abraço. jr frota

    ResponderExcluir
  3. Baita cara. Tive oportunidade de jogar com ele na época do colégio, ele de MEIA, estilo clássico, e eu , por ser mais novo, jogava na ALA, correndo pra ele, hehehe...Bons tempos.

    Hoje fico feliz em ver um cara como ele jogando na nossa zaga, e dando tranquilidade pra quem joga na frente...

    É um cara querido por todos, só desejo sucesso !

    Grande abraço, Fabiano.

    ResponderExcluir
  4. Além de ser o melhor jogador de todos os tempos do Chineiro também é: o melhor filho, o melhor irmão, o melhor neto e o melhor primo de todos os tempos!
    Família Pereira.

    ResponderExcluir
  5. Pinga é ídolo!

    Não sei se o resultado de domingo contribuiu, mas foi a reportagem mais lida desde a criação do blog, na sequência vem a do Maicon e depois a do Argentino. Cada vez mais o blog tem mais acessos!

    ResponderExcluir
  6. Bah, nada como ter a segurança de um cara muito gente boa e que joga uma bola de muita qualidade... Até quando vacila, como na expulsão contra o Santo Antonio, ele não dá motivos para ficarmos bravo com ele!!! Para mim com certeza é o melhor zagueiro do futebol amador da atualidade!!! E eu tenho que 'aturar' Bolivar e Indio na zaga do meu colorado... Sucesso para nós Pinga e saiba que o resultado atípico deste Domingo se deu pela tua ausência... Mas o mundo é redondo, hoje choramos, amanhã sorriremos!!!

    ResponderExcluir
  7. Com certeza o melhor da varzea nesta posição, e uma grande pessoa fora de campo,saudade do companheiro, saudade do time, um grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. grande negão Pinga ainda jovem assistia aos jogos do Chineiro com Pato e Junior e pensava um dia ainda vou jogar tudo isso, e hoje está quase no mesmo nível tecnico kkkkkkkkkkkkkkkk poh velho serinho agora te ver jogar é sempre uma aula de futebol, parabéns e continua sempre assim jogando tudo isso..... abraços

    ResponderExcluir
  9. Fabricio - Chineiro13 de abril de 2011 07:06

    Lembro muito bem do primeiro jogo do negão, eu fui seu parceiro de zaga, pois lembro que frota o atual treinador de um " cachorro " isso mesmo, podem acreditar e eu tiver que baixar para a zaga.
    Lembro que nem corri, so ia na boa, o nego Pinga e classe A ele é muito diferente.

    Grande abraço,

    Sucesso !

    ResponderExcluir
  10. Aquele tempo era como 10 pifadas por jogo, só eu sei o que é formar dupla de ataque com este grande jogador! Com certeza por isso fui o artilheiro aquele ano.
    Abração Bomba, grande amigo e uma pessoa maior ainda...
    Sucesso irmão!!
    felipe furlan

    ResponderExcluir